Vitor Hugo
Sonho mais do que o normal e acredito muito nas pessoas.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Sol e Lua, Um Eclipse Um Amor

Primeiro foi um abraço tímido
Quase bem de perto, sem palavras
Depois outro mais intenso e vagaroso
Um beijo rompeu e outro veio prolongado
Viram-se como um só, eles dois
Suas mãos eram do tamanho de um continente
Ela se viu despida de suas roupas
De sua timidez e seus pensamentos
Sentiu-se a própria, lua iluminosa
Sentiu que emanava de seus poros perfumes
De quentes desejos, era toda desejosa
Sentia-se calidamente o próprio desejo
O sol lhe queimava por dentro, devagar
Era tudo o que ela queria, a lua mais linda
Em suas costas brotaram grandes asas
Feitas de brisas e de alvas
E assim voou para bem junto dele
Se viu atraída pelo fogo do sol
Ela quis, e novamente se desfez
Explodiu em milhares de direções
Viu seu corpo flutuar no cosmo
Sua alma virou chamas arco íris
Num eclipse de amor, calor e paixão
Duas lágrimas correram por sua face
Extasiada, era o reflexo de pura felicidade
Dopada de um prazer asfixiante
Respirou fundo, sorriu e beijou o sol calidamente
E a lua ternamente se pôs a dormir
Esperando por uma nova noite
De um belo eclipse lunar.
Hugo Deff
Enviado por Hugo Deff em 23/10/2016
Alterado em 01/03/2017
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras